DISFUNÇÕES DE ATM

DISFUNÇÕES DE ATM

A articulação temporomandibular (ATM) une a mandíbula ao crânio e está localizada à frente do ouvido e a utilizamos quando falamos, mastigamos, bocejamos ou deglutimos.

A ATM é uma estrutura altamente especializada que difere das demais articulações do corpo por vários motivos. Dentre estes, a presença dos dentes (cuja forma e posição influenciam em alguns movimentos articulares) e seus movimentos são sinérgicos e sincrônicos com a articulação do lado oposto, formando uma única articulação.

O principal indicativo de uma alteração na ATM é o estalido, normalmente acompanhado de dor que se manifesta na cabeça, face, pescoço, olhos e dentes. As dores de cabeça provenientes das disfunções de ATM, em geral, não são propriamente da cabeça: são dores nos músculos que envolvem a cabeça.

Posições posturais viciosas, relacionamento dental inadequado, apertamento e/ou ranger de dentes (bruxismo), associados ao estresse, normalmente resultam em quadros crônicos de dores nos músculos da face, da cabeça e do pescoço.

Várias são as modalidades cirúrgicas para a disfunção da ATM, variando de intervenções minimamente invasivas como artroscopia e artrocentese (método idêntico ao dos procedimentos ortopédicos usados para inspecionar e tratar das articulações maiores como as do joelho) a cirurgias de reposicionamento do disco articular, e em casos de reconstrução total da articulação com próteses.